Parede de Hospitais – Texto Apócrifo

Paredes de hospitais já ouviram preces mais honestas do que igrejas, já viram despedidas e beijos mais sinceros do que em aeroportos.

É no hospital que você vê um homofóbico ser salvo por um médico gay.

A médica patricinha salvando a vida de um mendigo.

Na UTI você vê um judeu cuidando de um racista.

Um paciente policial, e outro presidiário, na mesma enfermaria, recebendo ambos os mesmos cuidados.

O paciente rico na fila de transplante hepático pronto pra receber um órgão de um doador pobre.

A verdade absoluta das pessoas na maioria das vezes, só aparece no momento da dor ou da ameaça real da perda definitiva.

Esta vida vai passar rápido, não brigue com as pessoas. Não critique tanto o seu corpo, não reclame tanto.

Não perca o sono pelas contas,  não deixe de beijar seus amores, não se preocupe tanto em deixar a casa impecável.

Bens e patrimônios devem ser conquistados por cada um, mas não se dedique a acumular herança.

Deixe os cachorros mais por perto. Não fique guardando as taças, use os talheres novos.

Não economize aquele seu perfume predileto, use-o para passear com você mesmo.

Gaste seu tênis predileto, repita aquelas suas roupas prediletas.

E daí? Se não é errado por que não ser agora?

Por que não ligar agora, por que não perdoar agora?

Espera-se muito o natal, a sexta feira, o outro ano, quando tiver dinheiro, quando o amor chegar, quando  tudo for perfeito. Não existe o tudo perfeito. O ser humano não consegue atingir isso porque simplesmente não foi feito para se completar aqui…

Aqui é só uma oportunidade de aprendizado.

Autoria atribuída a Leon Lenda


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.