Igreja com torre, torres ou sem torre

Foto: Igreja Matriz de Lagoa da Prata/MG : João Vitor Perilo Bahia

A primeira coisa a se dizer é que igreja com torre é igreja mesmo! Sem torre é capela. Para ser matriz de uma localidade precisa ter torre e sino.

Arquiteturalmente falando, igrejas com uma torre central foram projetadas para ter apenas uma torre mesmo.

Igrejas que tem torres laterais, tinham a possibilidade da construção de outra segunda torre. A maioria das igrejas eram construídas com doações, muitas tinham até projetos de duas torres, mas acabavam por ter apenas uma.

Existem diversas igrejas que tem torres disfarçadas, onde constroem paredes altas não aparentando torres, mas tem sinos e no caso até mais de um sino.

Desde longa data no Brasil, se cobra impostos por tamanho das construções, criando-se o mito para gastar menos se construía igrejas com uma torre ou torres disfarçadas. O interesse da época era aproveitar para gastar mais com as pinturas, vitrais, imagens e outros detalhes internos.

Fonte: Entrevista informal com Sr. Waldemar Oliveira, guia turístico da cidade de Diamantina/MG


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!