Isso não é um celular.

Hoje foi assim… estranho. As coisas foram acontecendo e quando vê pá! Foi assim!

Acho que esta minha fama de ser antenado e ter facilidade com tecnologia as vezes me proporciona passar por estas situações… Vamos lá… Uma cliente, uma senhora de seus bem vividos quase 60 anos me liga dizendo que seu celular queimou, e que precisava de um celular pelo menos para ligar e receber chamadas. Estava com um “celular” na mão que tinha pego nas coisas do seu filho.

“Peguei um celular velho aqui na gaveta do meu filho, mas não sei como abre e põe o chip, posso ir ai pra você me ajudar?”

Respondi, claro! Pode vir na hora do almoço.

Diante da situação ao ver o “celular”, fiquei sem ação. Não era um celular. Nestes minutos que seguiram depois disso, pensei numa forma de não arrumar problemas com a mãe e nem com o filho que nem conhecia. Mas a merda já estava jogada no ventilador.

Era uma balança de precisão, usada para pesagem e comercio de drogas. Idêntica a esta da foto. Um produto barato, no mercado livre se compra esta danada de 25 a 80 reais, então… depois de tanto pensar se falo ou não falo, apenas comentei:

Isso não é um celular.

Mais uma família com problemas internos para resolver.

Que Deus dê a melhor solução!

Que sirva de alerta para outras mães e pais.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!