Recomendações para os misofônicos:

Recomendações para os misofônicos:

Ninguém tem bola de cristal e ninguém leigo vai “descobrir” que você tem misofonia. Escolha bem com quem vai falar sobre o assunto,

Evite glamurizar seu problema, como se todos fossem obrigados a te entender de uma coisa que nunca foi dita a eles, não exagere nos sentimentos para ser compreendido,

Se tem vontade de matar ou agredir alguém ou auto extermínio, procure ajuda o mais rápido possível,

Se conseguir tolerância seletiva, se esforce para aumentar o raio de tolerância,

Não procure soluções fáceis, com certeza vai ter mais problemas: Os sons que você não tolera estarão em todos os lugares,

Não culpe os outros, o problema é uma dificuldade sua,

Se socialize com sua família. Se esforce!

Não fale mal de profissionais que não conseguiram resolver seu problema. O assunto é pouco estudado. Somos muito exigentes e a solução para nosso problema não é fácil,

Se adapte a sua melhor solução, nem sempre é a solução que o outro acha melhor,

Nunca desista de encontrar uma solução para seu problema. E evite criar mais problemas,

Estude cada dia mais o seu problema. Seja um expert no assunto e se especialize da melhor forma de informar as pessoas do seu problema,

Temos direito a reclamar, mas tome cuidado para que as reclamações não ultrapassem a razoabilidade. Poucos nos entendem, isso pode acontecer facilmente em um tribunal com um juiz despreparado,

Não demonstre intolerância ou agressividade. Evite ao máximo.

Por Robson Moraes
Farmacêutico Bioquímico
Convive com a misofonia desde a década de 80.


Se você leu todas estas dicas e está perdido, vou esclarecer: Existe uma sensibilidade especial chamada misofonia que implica uma aversão aos sons cotidianos produzidos por outras pessoas, como mastigar, tossir, chorar, ou engolir de gute gute… Na verdade, essas pessoas não conseguem suportar o som que outros provocam. E este é um problema que afeta aproximadamente 20% da população.

Leia mais sobre misofonia, clique aqui:


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!